Marabá, 09 de agosto de 2020

A Diocese

A Prelazia de Santíssima Conceição do Araguaia foi criada a 18/07/1911 por Decreto da Sagrada Congregação Consistorial, desmembrada da Arquidiocese de Belém do Pará. Foi confiada pela Santa Sé aos cuidados da Ordem dos Pregadores. A 20/12/1969, pelo Decreto Cum Urbs da Sagrada Congregação para os Bispos, a sede foi transferida para a Cidade de Marabá, passando a denominar-se Prelazia de Marabá. A 14/07/1976, por Decreto da Santa Sé, a Prelazia de Marabá foi dividida, voltando a ser restaurada a sede da Prelazia de Santíssima Conceição do Araguaia e permanecendo Marabá como Prelazia.

Em 16 de outubro de 1979, a Prelazia de Marabá foi elevada a Diocese, pela Bula Cum Praelatura do Papa João Paulo II.

Atualmente a Diocese de Marabá (Diocesis Marabaensis) é uma circunscrição Eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, pertencente à Província Eclesiástica de Belém do Pará e ao Regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, sendo sufragânea da Arquidiocese de Belém do Pará.

A Sé Episcopal está localizada na Cidade de Marabá, tendo como padroeira Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

A Diocese de Marabá está localizada na região sudeste do estado do Pará, fazendo limite com as Dioceses de Bragança do Pará (PA), Imperatriz (MA), Santíssima Conceição do Araguaia (PA), Tocantinópolis (TO) e Cametá (PA)) e com a Prelazia do Xingu (PA). Tem uma superfície de aproximadamente 64.452,93 km2 e população estimada em 710.240 hab, segundo o Censo do IBGE de 2010, com uma densidade demográfica de 11 hab/km2. Da população total residente na área da Diocese, 397.906 se dizem católicos, também segundo o Censo de 2010.

A Diocese abrange 16 municípios do Pará: Abel Figueiredo, Água Azul do Norte, Bom Jesus do Tocantins, Brejo Grande do Araguaia, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado dos Carajás, Goianésia do Pará, Itupiranga, Jacundá, Marabá, Nova Ipixuna, Palestina do Pará, Parauapebas, São Domingos do Araguaia, São João do Araguaia. Atende ainda a algumas comunidades dos municípios de Tucuruí, Novo Repartimento e São Félix do Xingú.

Bispos

Desde sua criação, a Diocese de Marabá já foi governada por 8 bispos, sendo que destes, quatro foram bispos prelados e quatro bispos diocesanos. Dom Frei Alano Maria Pena, op era o quarto bispo prelado quando da elevação da diocese, permanecendo como o primeiro bispo diocesano de Marabá.

Prelazia de Marabá (até 1976)

1º Bispo Prelado: Dom Frei Domingos Carrerot, OP (1912-1920);
Administrador Apostólico: Frei Sebastião Tomás, OP (1920-1924);
2º Bispo Prelado: Dom Frei Sebastião Tomás, OP (1924-1945);
3º Bispo Prelado: Dom Frei Luiz Antonio Teixeira Palha, OP (1951-1976);
4º Bispo Prelado: Dom Frei Alano Maria Pena, OP (1976);

Diocese de Marabá (1976 até os dias atuais)

1º Bispo: Dom Frei Alano Maria Pena, OP (1976-1985);
2º Bispo: D. Altamiro Rossato, CSSR (1985-1989);
3º Bispo; D. José Vieira de Lima, TOR (1990-1998);
Administrador Apostólico: Padre Robert Bruce Heit, OMI (1998-2000);
4º Bispo: D. José Foralosso (2000-2012);
Administrador Apostólico: Dom Jesus Maria Cizaurre Berdonces, OAR (2012);
5º Bispo: Dom Vital Corbellini (2012…)

FacebookWhatsAppTwitter