Marabá, 30 de junho de 2022

A Diocese de Marabá celebrou Pentecostes e a sétima romaria dos mártires da floresta

06 de junho de 2022   .   

Na solenidade de Pentecostes, no dia cinco de Junho de dois mil e vinte e dois, onde a Igreja celebrou a vinda do Espírito Santo sobre os Apóstolos com Maria Santíssima no Cenáculo, foi celebrada uma missa presidida por Dom Vital Corbellini, bispo de Marabá e concelebrada pelo Padre Paulo, tendo presente a sétima romaria dos mártires da floresta na Diocese de Marabá, em Nova Ipixuna, perto da grande castanheira chamada Majestade fazendo memória do casal José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria Luiza do Espírito Santo assassinados de uma forma bárbara e violenta, no dia 24 de maio de 2011 no interior de Nova Ipixuna, no Sudeste do Pará.

A missa teve uma boa participação de pessoas, sobretudo de jovens, das pastorais, dos movimentos, dos serviços, das ceb´s e de outras pessoas ligadas aos movimentos sociais e comunitários. As pessoas foram no dia anterior onde teve ocorreu muita chuva e mesmo com a lama o povo foi até a romaria, rezando e louvando a Deus pela floresta, pelas castanheiras, pela vida do campo onde o casal tanto frisava e defendia a vida do campo, as castanhas, árvores cobiçadas pelo capital, pelo poder econômico, e tudo foi feito num espírito da maior simplicidade, paz e amor. Foram as pessoas simples e conscientes que louvaram a Deus, amam os outros, amam as florestas. O Papa Francisco fala tanto do amor aos simples e da casa comum. São Paulo VI teve presente que Cristo aponta para a Amazônia.

Nós louvamos a Deus Uno e Trino pela sétima romaria dos mártires da floresta da Diocese de Marabá, que tanto defenderam a floresta, porque esta traz a vida, o oxigênio, e a alegria da própria floresta. Estamos em unidade com os povos indígenas, povos do campo, os ribeirinhos, homens e mulheres, os povos da cidade, os povos sofridos que lutam por terra, águas limpas, rios limpos, vida e florestas para que se mantenham em pé. O Espírito Santo venha sobre a face da terra para renová-la e também venha sobre a Igreja para que todos vivamos a paz, o amor a Deus, ao próximo como a si mesmo. O Espírito Santo nos ajuda a amar a palavra de Cristo, do Pai, a Igreja, as comunidades nas quais nós participamos com fé, com esperança e com caridade.

FacebookWhatsAppTwitter

VEJA TAMBÉM