Marabá, 19 de junho de 2024

As espiritualidades dos círios de Nossa Senhora de Nazaré em relação à educação

29 de setembro de 2022   .   

Por Dom Vital Corbellini, Bispo de Marabá – PA.

            As espiritualidades dos círios de Nossa Senhora de Nazaré indicam a importância destes acontecimentos eclesiais e espirituais que são os próprios círios, suas caminhadas que estão sendo realizadas em Marabá e em outras paróquias de nossa região, Sul e Sudeste do Pará. Elas levam as pessoas a louvar a Deus por intercessão de Maria, a serva do Senhor. Como os temas são diversos, no entanto há uma unidade neste ano, pois eles giram ao redor da educação, como tema fundamental, na qual ele liga-se à Campanha da Fraternidade 2022 que diz que é para falar com sabedoria e ensinar com amor (Cfr. Pr 31,26). A educação liga-se à Maria, porque ela educou o Nosso Senhor na sua infância, juventude.

O mês de setembro está terminando de modo que logo mais vem o mês de outubro, o tempo dos círios de Nossa Senhora de Nazaré. O tempo é de graça e de louvor a Deus por Maria. A imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré está percorrendo as comunidades e as paróquias da cidade de Marabá, PA. Os círios fazem parte do Estado do Pará, de uma forma bem característica, como momentos fortes de espiritualidade mariana e cristológica. A seguir veremos os temas de alguns círios e os símbolos que são programados para serem aprofundados e assim perceber as suas espiritualidades.

Maria, Mãe Educadora do Amor.

“Maria, Mãe Educadora do amor”. Este é o tema do Círio Mariano na cidade de Marabá, 2022, referente à educação, como graça de Deus e como missão. Maria educou o seu Filho adotivo, Jesus Cristo nas noções de vida e das Sagradas Escrituras. Maria foi uma pessoa educadora que sempre se colocou numa atitude de serviço, de orientação para as pessoas, sobretudo com Jesus. Ela proporcionou, estimulou o primeiro milagre de Jesus, transformando a água em vinho. Quando o vinho veio a faltar na festa de matrimônio em Caná da Galiléia ela dirigiu-se logo a Jesus para que pudesse fazer o milagre, pois eles, os noivos e os convidados não tinham mais vinho. Jesus transformou a água em vinho e o vinho melhor veio no fim (cfr. Jo 2, 1-11). Jesus é o vinho novo, que dá sabor a todas as coisas. Maria é mãe educadora do amor.

A educação é o tema básico da Campanha da Fraternidade 2022: “Fala com sabedoria, ensina com amor” (cfr. Pr 31,26). Educar é um ato humano porque sempre as pessoas buscam novos conhecimentos e há uma sede de aprender e ensinar. Educar é uma ação divina. Jesus é o grande educador pelas palavras, ações, milagres, encontros com as pessoas. Educação é conduzir e acompanhar a pessoa para sair do não saber rumo à consciência de si mesma, e do mundo em que vive. A pessoa deve dialogar para ser levada a sério, ser escutada e amada. A família é chamada educar os seus filhos e as suas filhas. Nenhuma legislação moderna não pode substituir a influência do lar. A igreja sempre valorizou a ciência e o conhecimento na qual participam da obra da criação. A sociedade violenta necessita de uma ensino melhor, valorização das coisas e dos seres humanos, do que simples objetivos utilitários.

Maria apareceu como a mãe educadora do amor. Ela foi a mulher que educou Jesus de Nazaré, como o grande educador de toda a história humana. Maria leva este título porque educou quem nos faz educados, amados uns com os outros. Ela é Mãe, porque disse sim ao plano de Deus de conceber na carne, o Filho de Deus por obra do Espírito Santo. Ela é educadora, porque esteve ao lado de seu Filho Jesus Cristo, educando-o nas palavras divinas e humanas. Ela viveu o amor a Deus, ao próximo como a si mesmo.

Maria, mestra do amor

Este será o tema do Círio de Nossa Senhor de Nazaré de Parauapebas. O tema também está ligado à Campanha da Fraternidade 2022 que fala sobre a educação. As pessoas são chamadas a seguir Maria que levará os pedidos ao seu Filho, Jesus Cristo.

A espiritualidade refere-se à Maria com o título de Mestra, de pessoa que conduz a verdade, a Jesus Cristo, estando ao seu lado na vida pública e na cruz. Ela é mestra no sentido de conduzir os seus filhos e filhas para Jesus Cristo, Filho de Deus e Verbo encarnado. Jesus é o mestre por excelência porque como dizem os evangelhos, ele ensinava com autoridade e não como os mestres da Lei, que não ensinavam com autoridade (Mc 1,22). Maria segue a Jesus como a mestra do amor, como aquela que fez sempre a vontade do Pai. O círio será uma oportunidade para o crescimento da fé, da esperança e da caridade.

 

A corda da berlinda.

É outro símbolo do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, tendo a função de ligar o fiel à berlinda, à imagem de Nossa Senhora de Nazaré. As pessoas andam nas ruas agarradas com as mãos à corda da berlinda, sendo um acontecimento muito bonito, muito fervoroso. Muitas pessoas estão descalças, mas estão agarradas à corda da berlinda. Uma vez que não é possível aproximar-se da berlinda, devida à multidão, os fieis o fazem através da corda da berlinda, que é uma unidade com Nossa Senhora, com o seu Filho Jesus Cristo.

As orações e os cânticos.

São outras formas de espiritualidade mariana proveniente do Círio. Ao longo da caminhada nas ruas, a coordenação do Círio reza o terço, os mistérios do rosário, fazendo suplicas ao Senhor Jesus Cristo e à Virgem Maria. As pessoas estão caminhando para o círio e também rezando, porque todos necessitam de graças para o prosseguimento da caminhada. Os fieis nas ruas cantam melodias a respeito de Nossa Senhora de Nazaré. Tudo isso é muito bonito, porque o povo manifesta pela voz, a sua fé, a sua devoção a Maria, a Jesus.  Os fieis pedem forças a Maria para testemunhar o amor de Deus na família, na comunidade e na sociedade.

A caminhada nas ruas.

A caminhada nas ruas dá uma conotação de espiritualidade forte, porque o povo reza o terço, canta louvores a Maria, ao Senhor Jesus e caminha com muita devoção. Nas visitas às comunidades e paróquias colocam-se a beleza da visita da imagem de Nossa Senhora de Nazaré com muita alegria e com muito amor. O povo sai de suas casas para rezar com Nossa Senhora. Algumas pessoas colocam-se de joelhos para agradecer a Maria os dons recebidos, pedir novas graças.

As missas celebradas.

As missas celebradas realizam-se na comunidade, paróquia. O momento é bonito, porque segue a liturgia do dia, cantam-se os cânticos de Nossa Senhora de Nazaré, e as pessoas vivem a sua fé com muita alegria e amor a Deus Uno e Trino por intercessão de Maria Santíssima. É a vida do povo de Deus que é celebrada em vista da fé, da esperança e da caridade.

Círio Missionário.

Este acontecimento é importante, pois se tratam de visitas às famílias, levando a mensagem do Senhor, com a benção na casa pelas pessoas da comunidade, leigos e leigas, sacerdotes, religiosas, a serviço da evangelização. As pessoas recebem com alegria e com amor os missionários e missionárias em suas casas e através da oração tudo se proceda com o espírito evangélico no seguimento a Jesus.

O dia do Círio.

É o momento esperado com fé e amor a missa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré na catedral onde o bispo juntamente com os sacerdotes da cidade e região celebram a eucaristia, com ótima participação popular, e em seguida dá-se a caminhada até o santuário Nossa Senhora de Nazaré, na folha dezesseis. São mais de sete kms a pé. É uma caminhada cheia de simbolismos, de participação do povo de Deus naquela multidão imensa, mais de duzentas mil pessoas caminhando rumo ao santuário. O povo vai rezando, muitas pessoas estão agarradas na corda da berlinda, outros caminham descalços, outros fazem a caminhada com muita devoção e amor. Quando a berlinda chega à metade do bambuzal na saída da Marabá Pioneira as pessoas ficam de joelhos e pedem perdão ao Senhor pelas faltas cometidas, e prometem uma vida nova para o ano até a chegada do novo círio de Nossa Senhora de Nazaré. Quando a berlinda chega à folha dezesseis haverá a missa de encerramento do círio de Nossa Senhora de Nazaré, perto do meio dia. É um outro momento forte de vida e de fé, de amor a Nossa Senhora e ao seu Filho Jesus Cristo.

Estes momentos são importantes para a espiritualidade do círios de nossa Senhora de Nazaré em Marabá. Louvemos a Deus Uno e Trino pelo Círio de Nossa Senhora de Nazaré.

FacebookWhatsAppTwitter

VEJA TAMBÉM