Marabá, 23 de fevereiro de 2024

Em Marabá, início da Quaresma e da Campanha da Fraternidade 2022

03 de março de 2022   .   

Na manhã de quarta-feira, dia 02 de março de 2022, às 8h, na Catedral Diocesana Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Marabá, houve a missa de abertura da Quaresma, presidida por Dom Vital Corbellini, bispo diocesano e concelebrada por diversos sacerdotes com a presença do povo de Deus, lideranças de pastorais e de movimentos, educadoras e educadores. A quaresma é um tempo propício, de graça, preparatório para a Páscoa. É tempo de realização de obras como a esmola a caridade, a oração e o jejum. Nós queremos seguir o caminho do Senhor Jesus Cristo que passou pelo sofrimento, paixão, morte e ele ressuscitou no terceiro dia, e está vivo no meio de nós. Após a homilia, seguindo a liturgia houve a imposição das cinzas para as pessoas, sinal de conversão e de penitência, de conversão, de volta para Deus e para os irmãos e para as irmãs. Na ocasião da missa houve também a abertura da Campanha da Fraternidade 2022, cujo tema é: Fraternidade e Educação e o lema é: Fala com sabedoria, ensina com amor (cf. Pr 31,26). A Igreja no Brasil coloca a importância da educação, como processo de aprendizagem, numa linha de ensino continua até a morte, para falar com sabedoria e ensinar com amor. A Campanha da Fraternidade tem presente a Educação não só como ato escolar, transmissão de conteúdos, mas deve-se olhar o processo educativo para uma educação integral. Jesus é o verdadeiro Educador, Mestre que leva as pessoas à verdade, ao perdão e amor entre as pessoas e com Deus. Nesta Campanha da Fraternidade tem a valorização do Pacto Educativo Global do Papa Francisco, do qual exige que a instituição educativa faça o diálogo, a aproximação com as famílias, propondo uma educação para a verdade, a solidariedade, o respeito com a casa comum e a paz. Toda a Diocese é chamada a assumir a pastoral da educação, para que sempre mais as pessoas assumam a educação, como missão e como graça de Deus. O objetivo geral da Campanha da Fraternidade 2002 coloca como ponto fundamental: promover diálogos a partir da educação no Brasil, à luz da fé cristã, na proposição de caminhos em favor do humanismo integral e solidário.

 

FacebookWhatsAppTwitter

VEJA TAMBÉM