Marabá, 18 de maio de 2024

Semana Santa: Diocese retoma programação presencial em Marabá

12 de abril de 2022   .   

O bispo diocesano de Marabá expressou a alegria da igreja em receber de volta os fiéis, de forma plena, nos eventos do calendário

Após dois anos de pandemia e com algumas restrições sendo retiradas, a Igreja Católica retorna aos poucos com as celebrações do calendário cristão no formato normal e presencial. No último domingo (10) a tradicional Procissão de Ramos marcou a abertura da Semana Santa. A data faz alusão à entrada de Jesus em Jerusalém.

A procissão aconteceu pela manhã e teve início na comunidade Santíssima Trindade, localizada na Folha 25, Nova Marabá, seguindo até a Catedral Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Marabá Pioneira, onde aconteceu a missa de Ramos.

Em conversa com o Correio de Carajás, dom Vital Corbellini, bispo diocesano de Marabá, expressou a alegria da Igreja em receber de volta os fiéis nesse momento em que as restrições da pandemia de covid-19 estão sendo retiradas. “Isso nos alegra muito porque o povo está sentindo também a necessidade de se encontrar, de rezar, de celebrar essa semana santa”.

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA

“A Semana Santa é a semana das semanas, a mais importante do cristianismo”, lembrou o sacerdote. A Igreja incentiva a participação dos fiéis ao longo da programação, mas ressalta que ainda deve haver cautela nesse momento de retirada das restrições pandêmicas.

Na programação da Catedral, a missa de segunda-feira (11) é dedicada ao rito penitencial. Na terça-feira (12) acontecerá a Procissão do Encontro, onde os homens partem do Bairro Francisco Coelho (popularmente conhecido como Cabelo Seco) e as mulheres da Comunidade Nossa Senhora das Graças, no Bairro Santa Rosa. Os dois grupos se encontram na Catedral para a missa, onde também ocorrerá a Unção dos Enfermos.

Na quarta-feira (13) acontece a Missa da Família; na quinta-feira (14) é o início do Tríduo Pascal. Às 9h30, na Catedral, será celebrada a Missa dos Santos Óleos, posteriormente utilizados nos sacramentos católicos. Nessa celebração matutina também acontecerá a renovação das promessas sacerdotais. À noite, às 19h30, as paróquias realizam a Missa do Lava Pés, que faz alusão à Última Ceia, quando Jesus lavou os pés de seus discípulos.

Na sexta-feira (15) não há missa, mas uma celebração às 15h, momento em que se relembra a Paixão e morte de Cristo. Em algumas paróquias acontecerá a Via Sacra – a paróquia Santuário Nossa Senhora de Nazaré é uma delas, com início às 18h. As paróquias ficam abertas durante todo o dia, caso algum fiel deseje fazer suas orações no local.

No sábado (16) à noite, às 19h30 acontece a Vigília Pascal onde, ao final, é comemorada a ressurreição de Cristo. No domingo (17) de Páscoa, dia de festa para a Igreja Católica, as missas acontecem em seus horários tradicionais. “Na manhã de domingo, Jesus não está mais no túmulo, já está ressuscitado”, celebra Dom Vital. (Luciana Araújo)

 

Fonte: Correio de Carajás. Disponível em: Correio de Carajás acesso em: 12/04/2022 11:00

FacebookWhatsAppTwitter

VEJA TAMBÉM