Marabá, 29 de fevereiro de 2024

Diocese de Marabá comemorou 40 anos de existência

26 de agosto de 2019   .    Notícias da Diocese

A Diocese comemorou nesse domingo, dia 25 de agosto, no Colégio Claretiano, em Marabá, 40 anos de existência, de fundação. Foi denominada Jornada Diocesana, um dia em que o povo de Deus festejou a história, o passado, o presente e a necessidade de se lançar para o futuro nos desafios que todos os fieis são chamados a enfrentar como a evangelização num mundo cada vez mais urbano, a questão da Igreja na Amazônia, os conflitos sociais nas cidades e nos campos, os povos do campo e da cidade, e as esperanças de ações em favor da vida sobre a morte. O evento eclesial reuniu pessoas de todas as paróquias da Diocese de Marabá, bom número de sacerdotes, irmãs, lideranças de pastorais, movimentos, serviços, pessoas de boa vontade. Na parte da manhã teve a acolhida do povo de Deus que ia chegando para o local, animação com cânticos de boas vindas, e de outras entonações religiosas, letras. Em seguida o Bispo diocesano, Dom Vital Corbellini deu a abertura da Jornada diocesana, dos 40 anos de Diocese de Marabá. Nesta primeira parte teve o ato celebrativo, onde foram lembradas as principais atividades que ocorreram nos 40 anos de Diocese de Marabá, onde louvamos a Deus Uno de Trino por tantas ações, atividades pastorais, sociais que tornaram a Diocese atuante, profética, de uma linha bem engajada de povo de Deus .
Em seguida teve depoimentos de algumas pessoas dos 40 anos de fundação, nas quais estiveram desde o inicio da caminhada. Em seguida ocorreu apresentação das 6 áreas de pastoral apresentaram temas importantes ligados à evangelização. Como a Igreja atuou como seguidora de Cristo diante dos desafios propostos pela realidade social e comunitária. Foram ótimas as apresentações que relatavam a questão histórica e a missão evangelizadora pela Igreja, pela Diocese. Em seguida o Bispo falou sintetizando a manhã e a vida da Diocese de Marabá. Ele saudou a todas as pessoas, padres, religiosas, religiosos, lideranças de pastorais e de movimentos, serviços que se fizeram presentes nessa manhã, pessoas de boa vontade que vieram celebrar conosco os 40 anos da Diocese de Marabá. Louvou a equipe organizadora que trabalhou tanto e por diversas ocasiões para pensar e organizar da melhor forma o que estava celebrando. São 40 anos de Diocese, de vida, de evangelização e de ser evangelizada, de alegria e amor na Diocese de Marabá. Teve presentes na sua fala os bispos que antecederam no governo da Diocese, os sacerdotes, o povo de Deus que deram a vida até pelo sangue, pela evangelização. Foi um momento de agradecimento a Deus e à Igreja diocesana.
Deus seja louvado pelas suas maravilhas. Agradecemos a Deus Uno e Trino pela vida da Diocese de Marabá. Deus nos convocou nesta manhã, para celebrar 40 anos de Diocese de Marabá. Agradecemos ao povo de Deus, leigos e leigas, aos sacerdotes, diáconos, as religiosas, aos seminaristas, pessoas de pastorais, de movimentos, serviços e aos que estiveram atuantes na vida da história da Diocese de Marabá. Agradecemos aos meios de comunicação social que divulgaram a nossa Jornada Diocesana, dos 40 anos de Diocese de Marabá. Que maravilha é esta que estamos vivendo e celebrando. A história da Diocese de Marabá é bonita, marcada pelas ações de Deus na historia e intermediada pelas ações humanas. Tivemos pessoas dedicadas, que deram as suas vidas pela causa do Reino de Deus, dão a vida também na atualidade e lançamo-nos para o futuro para ser sempre mais uma Diocese acolhedora, formativa, missionária, samaritana, que vai ao encontro de todos e assim Deus Uno e Trino seja glorificado. Somos uma Diocese missionária e de formação. Sabemos que uma Diocese é uma porção do povo de Deus confiada ao pastoreio do Bispo com a cooperação do presbitério, de modo tal que, unindo-se ela a seu pastor e, pelo Evangelho e pela Eucaristia, reunida por ele no Espírito Santo, constitua uma Igreja Particular, na qual está verdadeiramente presente e operante a Igreja de Cristo una, santa, católica e apostólica (Ca. 369).
Na parte da tarde houve apresentações de cânticos populares, religiosos, juvenis, e o terço mariano. A Jornada Diocesana culminou com a missa, sendo presidida pelo Bispo Diocesano e com a presença de diversos sacerdotes, povo de Deus. A eucaristia é o ápice da vida cristã, não deixando de sê-la também na Jornada Diocesana. Foi muito boa a Jornada Diocesana que comemorou os 40 anos da Diocese de Marabá, na qual somos servos e servas da sua Igreja, onde uns plantam e outros colhem e assim o Reino de Deus cresce para um dia vivê-lo na plenitude. Dom Vital Corbellini

Bispo de Marabá – PA.

FacebookWhatsAppTwitter